quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Cantinho do Poeta


Esta semana no espaço Cantinho do Poeta voltamos a ter a colaboração de um poeta já aqui destacado, que teve a amabilidade de nos enviar mais um dos seus poemas. Espero que apreciem.









Perfeito dia de Verão

O meu perfeito dia de Verão
Seria ser muito feliz
Mas o amor tem-me dito não
O amor de mim, nada quis!

Para ter perfeito dia de Verão
E ter o máximo de “calor”
Era um amor que não dissesse não
Era ter um verdadeiro amor.

Então, seria muito bom
Porque tinha o amor que eu quero
Aquele amor seria um dom
Um amor puro, sincero.

Mas o Verão diz-me não
Não me dá um dia perfeito
Eu luto, mas em vão
O dia perfeito é imperfeito!

Arnaldo Teixeira Santos

(Poema extraído da coletânea “Palavras Nossas – Colectânea de Novos Poetas Portugueses”, Volume II (2012), da “Esfera do Caos Editores”, com coordenação do poeta e escritor Miguel Almeida).

2 comentários:

  1. Muito obrigado, Paula, por divulgar a nossa poesia. Bem-haja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De nada Arnaldo, só tenho a agradecer a colaboração.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Recomendo

2666 - www.wook.pt

1Q84 - www.wook.pt

Wolf Hall - www.wook.pt

Na whislist


O Revisor - www.wook.pt

A Escriba - www.wook.pt