sábado, 31 de maio de 2014

Sugestão de Leitura - No Coração da Tempestade de Jesmyn Ward

Titulo: No Coração da Tempestade
Autor: Jesmyn Ward
Titulo Original: Salvage the Bones
Ano da edição original: 2011

Editora: Porto Editora
Lançamento: Maio de 2014
Páginas: 256
ISBN: 9789720046222

Sinopse: Observando Esch, ninguém poderia adivinhar que um grande furacão, o Katrina, ameaçava seriamente a sua vida…

Ela tem apenas 14 anos e maravilha-se com tudo o que lhe acontece: descobrir o amor e ficar grávida, por exemplo, ao mesmo tempo que a cadela Pit Bull China tem uma ninhada de cães que traz uma grande alegria aos seus três irmãos: Júnior, o mais novo e curioso de todos, Skeetah, que admira aqueles cães como forças da natureza, e Randall, que espera obter com a venda da ninhada os meios para seguir uma carreira no basquetebol.

Os avisos de um furacão cada vez mais poderoso a formar-se ao largo do Golfo do México e em rota de colisão com a região pobre de Bois Sauvage, onde Esch vive, só lhe chegam como rumores vagos, principalmente do pai ausente e frequentemente bêbedo, em constante alvoroço entre alguns biscates e o recolher de materiais para fortificar a casa contra o cataclismo que se avizinha.

Pode esta família de crianças sem mãe, e de pai distante, continuar a viver os seus sonhos e fantasias no meio da pobreza e sob a ameaça de um desastre natural?

O amor que os une é praticamente o único recurso que possuem e a força da sua inocência terá de vencer a força do furacão.

Um romance magistral, que venceu em 2011 o National Book Award, o principal prémio literário dos Estados Unidos.

Criticas:

--


Aconteceu a... 30 de Maio














Dia 1 - Homem
Dia 2 - Morto


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.



Editorial Presença - Eventos do primeiro Fim de Semana na Feira do Livro de Lisboa


A ALFARROBA na Feira do Livro de Lisboa


20I20 Editora: Eventos Feira do Livro de Lisboa





Clica nas imagens para ver os detalhes.


sexta-feira, 30 de maio de 2014

Aconteceu a... 30 de Maio














Dia 1 - Homem


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.


Aconteceu a... 25 de Maio














Edward Bulwer-Lytton

Edward George Earle Lytton Bulwer-Lytton, primeiro Barão Lytton, nasceu a 25 de Maio de 1803 em Londres, Inglaterra e morreu aos 69 anos a 18 de Janeiro de 1873 em Torquay, Inglaterra, vitima de uma infeção num ouvido.

Foi romancista, dramaturgo, poeta e politico. 

Terceiro filho do General William Earle Bulwer que faleceu quando este tinha 4 anos, Edward foi uma criança delicada, problemática e precoce.

Em 1827 casou com Rosina Doyle Wheeler, contra a vontade da família, que lhe retirou a mesada e o obrigou a trabalhar. Tiveram 2 filhos, Emily e Robert. Separaram-se em 1833 devido às infidelidades de Edward.

Foi membro da confraria Rosa-cruz.



A vencedora deste desafio foi desta vez a Bela e a pontuação do Aconteceu a... fica agora assim:

Vencedores
Desafios
Total
Nádia Batista
04/04(2)
12/04(2)



4
Diana Ponte
08/04(2)
24/04(2)
21/05(2)


6
daniela
17/04(2)
21/04(3)
29/04(2)
08/05(3)
16/05(2)
12
Silvana
04/05(2)




2
Bela
12/05(2)
25/05(2)



4

Convite - Sala Amarela (Marina Santos) - Ribamar


quinta-feira, 29 de maio de 2014

Aconteceu a... 25 de Maio














Dia 1 - Homem
Dia 2 - Morto
Dia 3 - País em que nasceu - Inglaterra

Dia 4 - Primeira frase de um livro ou citação do autor - "- Oh, Diodemo, bom encontro!"
Dia 5 - Qual a efeméride ocorrida e em que ano - Nasceu em 1803


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.


Campanha Alfarroba


Campanha Presença



Mais detalhes aqui.

Novidades Booksmile



Stephan Pastis é um dos mais conhecidos cartoonistas dos EUA, autor da aclamada BD Pérolas e Porcos, publicada em mais de 600 jornais, entre os quais o New York Times. Em Portugal, é publicada pela Bizâncio.

Ainda que se tenha licenciado em Direito, a sua paixão desde pequeno era desenhar. Durante a infância fechava-se no quarto a criar histórias em BD e os seus desenhos faziam sucesso no jornal da escola.

Já a exercer advocacia, Stephan Pastis decidiu finamente mostrar os seus desenhos a diversas editoras e, depois de algumas rejeições, Pérolas e Porcos fez saltar o autor para a ribalta, com milhares de publicações online, em jornais e em muitos livros bestsellers. Em 2013 decidiu arriscar no mundo da literatura infantil, e assim nasceu Timmy Fiasco, bestseller do New York Times, e considerado um dos melhores livros de 2013 pela Amazon.com.
Depois de Timmy ter metido água nas livrarias nacionais em 2013 com Timmy Fiasco: Sempre a Meter Água, já chegou às prateleiras o segundo volume da coleção: Timmy Fiasco 2: Olha Só o que Fizeste!



​O meu nome é Fiasco. Timmy Fiasco. Sou o fundador, presidente e administrador da agência de detetives com o meu nome: Fiasco,  Lda. A Fiasco, Lda. é a melhor agência de detetives da cidade e, provavelmente, da região. Talvez até de todo o país.
Estou perante o maior desafio da minha carreira: ganhar o concurso de detetives da minha escola! Quando o vencer vou deitar as mãos a quinhentos dólares e começar a expansão mundial da minha agência, com a abertura da primeira sucursal no Peru. Para vencer, só tenho que enfrentar o CUECÃO e todos os outros detetives amadores que me querem derrubar.


Mas nenhum consegue ser tão genial como eu, Timmy Fiasco. Vão ver como vou vencer o concurso e, pelo meio, ainda vou ter tempo para resolver um desaparecimento misterioso.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Cantinho do Poeta















Amigo


Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra «amigo».

«Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

«Amigo» (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!

«Amigo» é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.

«Amigo» é a solidão derrotada!

«Amigo» é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O'Neill, em No Reino da Dinamarca de 1958

Aconteceu a... 25 de Maio














Dia 1 - Homem
Dia 2 - Morto
Dia 3 - País em que nasceu - Inglaterra

Dia 4 - Primeira frase de um livro ou citação do autor - "- Oh, Diodemo, bom encontro!"


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.

Conexão - A Chama ao Vento de Carla M. Soares - Candle In The Wind de Elton John






Apesar de A Chama ao Vento não ter para já adaptação cinematográfica, esta rubrica de conexão foi das mais fáceis de escolher. A ligação à musica que vos deixo era inevitável pois está presente em todo o livro por motivos que perceberão quando o lerem :)













A rubrica de conexão vai passar a incluir também um pequeno excerto do livro, uma parte que me tenha tocado em particular, ou que na minha opinião caracterize o obra ou a escrita do autor. Aquelas partes que nos ficam na memória muito após terminarmos a leitura. Assim para este A Chama ao Vento escolhi um discurso de Dekel dirigido ao João:


Novidades Nascente



A Dra. Elisa não é a primeira pessoa com forte ligação à Ciência que, por um acaso da vida, descobriu que existe algo que a esta ainda não consegue explicar. Tem surgido publicamente cada vez mais casos de pessoas cuja fé na ciência é desafiada, obrigando as suas mentes a despertar para novas possibilidades de resposta, mais espirituais, menos empíricas.

O Meu Filho Está no Céu (Nascente I 288 I 16,59€) é precisamente um destes casos. Trata-se de um testemunho comovente de uma mãe sobre a perda do filho e a vida para além da morte.

A Dra. Elisa Medhus nunca tinha acreditado na vida após a morte. Enquanto médica, sempre colocara a sua fé na ciência. Mas tudo isso mudou quando o seu filho Erik morreu e ela começou a comunicar-se com ele no Além. Emocionante, comovente e esclarecedor, este livro levará os leitores numa incrível viagem, partindo da dor e do ceticismo desta mãe até alcançar a fé na existência do Céu.

O Meu Filho Está no Céu fornece respostas às perguntas mais universais do ser humano:
-    Existe vida após a morte?
-    Como comunicam os mortos com os vivos?

Através de uma série de conversas, Erik fala sobre o Céu com sinceridade e sabedoria, descrevendo as suas experiências e fornecendo respostas esclarecedoras sobre a natureza da alma, a morte e a vida no Além — respostas que têm o potencial de mudar as nossas vidas para sempre.

A Nascente disponibiliza os primeiros capítulos de O Meu Filho está no Céu para leitura imediata, aqui.

Elisa Medhus, médica e mãe de cinco filhos, praticou medicina interna durante mais de trinta anos. Após a morte do seu filho Erik, de vinte anos, começou a escrever sobre a sua dor num blogue que criou para o efeito. Forte defensora dos princípios da ciência, costumava encarar os  assuntos espirituais com ceticismo.  Mas desde que Erik começou a comunicar com a família, amigos e membros do blogue, a sua visão do mundo mudou e ela começou a sua viagem em direção à compreensão e à crença espiritual.

Novidades Booksmile



​Olá, humano insignificante! Este volume impressionantemente fantástico e assombroso foi escrito por mim, Dark Lord, o Senhor das Trevas, t.c.c. (também conhecido como) Duarte Lopes. O meu arqui-inimigo enviou-me para o vosso mundo enfiado no corpo de um adolescente, o maior insulto que se poderia fazer a um ser superior como eu! Por isso preparem-se, pois a minha vingança será brutal! (Mal acabe os trabalhos de casa, claro…).

Foi assim que O Senhor das Trevas, personagem d ​a​ premiada coleção britânica, se apresentou aos jovens leitores portugueses em 2013. Pois bem... Ele está de volta com novas aventuras em Dark Lord, o Senhor das Trevas 2: Que Susto de Miúda (Booksmile I 488 pp I 14,99€), já à venda em todo o país.

Eu sabia que voltavas, criatura! Não conseguiste resistir ao meu magnífico poder e cá estás tu a querer saber mais sobre a minha fascinante passagem por este teu mundinho miserável! És tão previsível…

A verdade é que eu continuo preso nesta terra de gente insignificante e a Sus está no meu mundo a destruir tudo o que eu criei. Onde é que já se viu uma Torre de Ferro do Desespero em cor de rosa?
​ ​Mas ela nem sabe o que a espera… E tu, queres saber? ENTÃO COMPRA JÁ ESTE LIVRO! Ainda aí estás? Despacha-te, senão eu irrito-me, e depois…

À semelhança da coleção Tom Gates, igualmente editada pela Booksmile, Dark Lord foi agraciada com o prémio Roald Dahl Funny Prize, o mais importante prémio britânico de humor para crianças. A editora origin
​al​ caraterizou o livro como «uma mistura d’O Diário de um Banana e o Senhor dos Anéis».

« Dark Lord é um maravilhoso absurdo sobre seres de outro planeta.»  - Roald Dahl Funny Prize

«Muito divertido, muito tolo... Um conceito brilhante.»  -  Bookseller

«Um dos mais originais livros juvenis do ano.» - Daily Express

Jamie Thomson nasceu em Inglaterra, em 1958. Além de escritor, é também editor e criador de videojogos. É autor de vários romances infantojuvenis com estilos bastante heterogéneos, entre os quais se contam o Fantástico e a Ficção Científica.

A série Dark Lord, que tem como personagem um Senhor das Trevas preso no corpo de um rapaz de dez anos, tem alcançado um êxito estrondoso nos países onde já foi publicada, tanto pelo sentido de humor hilariante e cheio de jogos de linguagem, como pelo género de aventura dinâmica e quase interactiva que propõe.

terça-feira, 27 de maio de 2014

Aconteceu a... 25 de Maio














Dia 1 - Homem
Dia 2 - Morto
Dia 3 - País em que nasceu - Inglaterra


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.


Opinião – A Chama ao Vento de Carla M. Soares

Titulo: A Chama ao Vento
Autor:  Carla M. Soares

Titulo Original: n/a
Ano de Publicação Original: n/a

Editora: Coolbooks
Ano: 2014
Tradução: n/a
Número de páginas (estimadas): 430 (ebook)
ISBN: 978-989-766-004-7

Sinopse: Um corpo anónimo é lançado à água num misterioso voo noturno sobre o Atlântico…

Vivem-se os anos mais negros da Segunda Guerra Mundial, e a vida brilha com a força e a fragilidade de uma chama ao vento. Na Lisboa de espiões e fugitivos dos anos 40, João Lopes apresenta à sua amiga Carmo um estrangeiro mais velho, homem de segredos e intenções obscuras que depressa a seduz, atraindo os dois jovens para uma teia de mistérios e paixões de consequências imprevistas.
Anos volvidos, Francisco, jornalista, homem inquieto, pouco sabe de si próprio e menos ainda de Carmo, a avó silenciosa que o criou, chama apagada de outros tempos. É João Lopes quem promete trazer-lhe a sua história inesperada, história da família e dos passados perdidos nos tempos revoltos da Segunda Grande Guerra e da Revolução de Abril. Para João, é uma história há muito devida. Para Francisco, o derrubar dos muros que ergueu em torno da memória e da própria vida.
Um retrato íntimo de Portugal em três gerações, pela talentosa escritora de Alma Rebelde.

Opinião:  Já há algum tempo que não publicava um post de opinião no blogue, em parte pelo pouco tempo livre que tenho tido e ultimamente porque me lancei numa dupla nova experiência.

Tudo começou com a simpática oferta da nova editora Coolbooks de um exemplar de A Chama ao Vento em formato ebook para divulgação e opinião. E a aventura foi dupla porque com a leitura deste livro fiz duas coisas que não tenho por hábito fazer. A primeira foi ter conciliado durante algum tempo a leitura deste livro com a leitura do livro que já tinha iniciado e que em breve deixarei também a minha opinião. Não é uma experiência que tencione repetir mas neste caso sendo livros muito distintos até não foi complicado. A segunda nova experiência foi a leitura de um ebook, tecnologia a que tenho andado a resistir há algum tempo.

Sendo a primeira leitura de um ebook que faço, acho importante começar por vos falar um pouco da minha experiência pessoal, penso que pode ser importante para alguns resistentes que sei que ainda existem por aí.  Este livro foi lançado apenas no formato ewook o que na minha opinião é uma pena, pois é limitativo para alguns leitores, mas é uma opção da editora. Assim sendo no meu caso experimentei lê-lo nos 3 dispositivos possíveis: PC, Tablet e Smartphone. Começo por dizer que não tive qualquer dificuldade em abrir o ebook em qualquer um deles, necessitando de ligação à Internet apenas na primeira vez que abri o ebook. Quanto aos dispositivos recomendo sem sombra de duvida o tablet, é de longe o mais cómodo, tendo para mim apenas o senão de não gostar de andar com ele para todo o lado. No PC a leitura é fácil mas é pouco cómodo ler um livro sentada à secretária e no smartphone achei que devido ao pequeno visor que nos permite ler apenas 5 ou 6 linhas de cada vez torna-se cansativo.

Quanto à tecnologia em si, a pergunta que se coloca é: o ebook substitui o livro em papel? Na minha modesta opinião... não. Gosto muito dos meus livros em papel, são muitos anos a folhear e este é um hábito que não pretendo perder. Mas os ebooks podem ser uma boa opção para ir alternando, têm algumas vantagens que no meu caso são significativas:  a questão do espaço que começa a rarear cá por casa e algumas funcionalidades que podem ser bastante úteis. Permitem escolher escolher a fonte e o tamanho da letra, colocar diversos marcadores (sem ter de andar com post-its), fazer anotações (sem ficar com o livro todo rabiscado), pesquisar por palavras ou frases e aceder de imediato ao dicionário para consultar qualquer palavra que nos esteja a escapar (sei de meia dúzia de autores em que esta funcionalidade pode ser de extrema utilidade :)

Dito isto o post já vai longo e ainda não falei do livro, o que é imperdoável :)

Não conhecia a escrita de Carla M. Soares, escolhi este livro de entre os primeiros lançamentos da Coolbooks apenas porque foi a sinopse que mais me agradou. Assim parti para sua leitura sem opinião pré-formada e sem expectativas de maior. São estas as melhores leituras quando não esperamos nada e nos surpreendem pela positiva como foi o caso.

O livro conta-nos a história de 3 gerações de personagens, situadas em dois pontos fulcrais da História de Portugal  (a 2ª Guerra Mundial e o pré 25 de Abril de 1974) e no presente. Através de inúmeros flashbacks na história da personagem inicial ficamos a conhecer a história dos seus pais e avós, os seus amores, desencontros e frustrações, todas elas histórias bastante comuns, mas nem por isso menos interessantes e até envoltas em algum mistério. E através destas 3 gerações conhecemos a História e o ambiente que se vivia naqueles períodos neste nosso pequeno país.

A escrita da autora é cuidada mas acessível, e sendo grande parte do livro composta por uma história de amor consegue não ser "lamechas" o que para mim é muito importante.

Penso que talvez devido a não termos tido uma participação ativa na 2ª Guerra, não li muitos livros passados em Portugal nessa época pelo que este foi para mim uma perspectiva muito interessante. A autora é brilhante na forma como nos situa nesses períodos históricos sem parecer que estamos a ler um compêndio de História e na forma como nos vai revelando o desenrolar do passado de Francisco aos poucos mantendo sempre o suspense.

São no entanto, na minha opinião, as personagens a grande mais valia deste livro. Muito bem construídas, desenvolvidas, credíveis, quase palpáveis.... nestes dias que levei a ler o livro, o Francisco, a Carmo, o João e até mesmo o misterioso Dekel fizeram parte do meu grupo de "íntimos" de tão bem que os fiquei a conhecer.

Como pequeno senão tenho apenas a apontar algumas gralhas que escaparam à revisão e o uso abusivo de itálicos e negritos que nalgumas situações me pareceram despropositadas. Não são no entanto suficientemente graves para baixar a classificação de um livro que incluo já nas melhores leituras de 2014 e recomendo sem hesitações.


Sem Tradução

Titulo: The Moviegoer
Autor: Walker Percy
Origem: EUA
Ano da edição original: 1961
Editora: Alfred A. Knopf
Páginas: 242
Língua original: Inglês
ISBN: --

Sinopse: The Moviegoer is Binx Bolling, a young New Orleans stockbroker who surveys the world with the detached gaze of a Bourbon Street dandy even as he yearns for a spiritual redemption he cannot bring himself to believe in. On the eve of his thirtieth birthday, he occupies himself dallying with his secretaries and going to movies, which provide him with the "treasurable moments" absent from his real life. But one fateful Mardi Gras, Binx embarks on a hare-brained quest that outrages his family, endangers his fragile cousin Kate, and sends him reeling through the chaos of New Orleans' French Quarter. Wry and wrenching, rich in irony and romance, The Moviegoer is a genuine American classic.

O autor e a obra: Walker Percy foi um escritor norte americano falecido em 1990, conhecido pelos seus romances filosóficos situados em  New Orleans. Escreveu 6 romances e muitos livros de não ficção, nenhum dos quais editado em Portugal. O seu livro "The Moviegoer" ganhou o National Book Award for Fiction de 1961.


Novidades Topseller



«Excelente! Andy Weir satisfaz tanto os leitores generalistas como os leitores de ficção científica. Uma história em ritmo sempre crescente, com um desenlace fascinante.» - Publishers Weekly

«Um dos melhores romances que li nos últimos tempos. Parece tão real que quase poderia ser lido como não-ficção.» Douglas Preston, autor bestseller #1 do New York Times


O Marciano, uma fantástica obra de Andy Weir, já à venda em todo o país, levou o realizador Ridley Scott novamente para o Espaço! Depois de Alien e Prometheus, o curioso enredo de O Marciano (Editora Topseller I 384 pp I 19,99€) convenceu Ridley Scott. O argumento foi adaptado por Drew Goddard, e Matt Damon assumirá o papel principal num filme projetado pela 20th Century Fox.

SINOPSE

Uma Missão a Marte. Um acidente aparatoso. A luta de um homem pela sobrevivência.

Há exatamente seis dias, o astronauta Mark Watney tornou-se uma das primeiras pessoas a caminhar em Marte. Agora, ele tem a certeza de que vai ser a primeira pessoa a morrer ali. Depois de uma tempestade de areia ter obrigado a sua tripulação a evacuar o planeta, e de esta o ter deixado para trás por julgá-lo morto, Mark encontra-se preso em Marte, completamente sozinho, sem perspetivas de conseguir comunicar com a Terra para dizer que está vivo.

E mesmo que o conseguisse fazer, os seus mantimentos esgotar-se-iam muito antes de uma equipa de salvamento o encontrar. De qualquer modo, Mark não terá tempo para morrer de fome. A maquinaria danificada, o meio ambiente implacável e o simples «erro humano» irão, muito provavelmente, matá-lo primeiro.

Apoiando-se nas suas enormes capacidades técnicas, no domínio da engenharia e na determinada recusa em desistir — e num surpreendente sentido de humor a que vai buscar a força para sobreviver —, ele embarca numa missão obstinada para se manter vivo. Será que a sua mestria vai ser suficiente para superar todas as adversidades impossíveis que se erguem contra si?

Fundamentado com referências científicas atualizadas e impulsionado por uma trama engenhosa e brilhante que agarra o leitor desde a primeira à última página, O Marciano é um romance verdadeiramente notável, que se lê como uma história de sobrevivência da vida real.

A Topseller disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui


segunda-feira, 26 de maio de 2014

Aconteceu a... 25 de Maio














Dia 1 - Homem
Dia 2 - Morto


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.



Imagem da semana



Bibliofilia ao extremo V


Divulgação - Bizâncio

Título: Uma Janela para o Infinito
Autor: Denis Guedj
Editora: Bizâncio
Pág.: 256
Coleção: Montanha Mágica
Número: 40
ISBN: 978-972-53-0379
Ano: 2008
Uma Janela Para o Infinito

«Denis Guedj prova, por A+B, que a aptidão matemática é compatível com o talento literário.» 
Nouvel Observateur 

Alemanha, 1917. No final da sua vida, Hans Singer (inspirado na figura do matemático alemão Georg Cantor) é admitido num hospital psiquiátrico. O director da instituição acolhe com grande deferência esse homem mundialmente reconhecido entre a comunidade científica pelos seus trabalhos sobre o Infinito e pai da Teoria dos Conjuntos. É-lhe atribuído um pequeno quarto particular mas desde logo o previnem que, dadas as dificuldades dos tempos de guerra, talvez tenha de partilhar o seu quarto com outro doente.
Matthias Dutour um jovem soldado francês, maquinista dos caminhos-de-ferro, libertário e «herói contra a sua vontade» será o novo companheiro de Herr Singer.
Pouco a pouco, esses dois homens que nada parecem ter em comum irão aprender a conhecer-se e a construir uma amizade – tão improvável quanto indefectível.

Numa estrutura narrativa muito original e habilmente tecida, Denis Guedj aborda, de forma singular e comovente, a temática da loucura e transmite-nos a mensagem de que a Matemática, como a Política, devem estar ao serviço do homem.


O autor

Matemático, professor de história das ciências na Universidade Paris-VIII, Denis Guedj é autor de vários ensaios (La Révolution des Savants, l’Empire des Nombres, Le Mètre du Monde) e romances (Le Théorème du Perroquet, Les Cheveux de Bérénice, La Méridienne, Zéro…) traduzidos em inúmeras línguas. Uma Janela para o Infinito foi o primeiro livro traduzido em Portugal.


domingo, 25 de maio de 2014

Aquisições - Semana 21




Esta semana para acalmar um pouco não fiz aquisições nem trocas :)

Aconteceu a... 25 de Maio














Dia 1 - Homem


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.


Aconteceu a... 21 de Maio














António Victorino d'Almeida

António Victorino Goulartt de Medeiros e Almeida nasceu a 21 de Maio de 1940 em Lisboa, Portugal pelo que completou na passada quarta feira 74 anos.

É compositor, maestro, pianista e escritor. Concluiu o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional de Lisboa com 19 valores e estudou composição no Instituto de Alta Cultura em Viena de Áustria,que concluiu com a mais alta classificação dada por aquela escola.

Casou por duas vezes, com Maria Armanda de Saint-Maurice Ferreira Esteves  (mãe de Maria de Medeiros e Inês de Medeiros) e Sylvine Harlé (mãe de Anne Victorino de Almeida. 

Biografia mais detalhada do autor aqui.

Parabéns ao autor e à Diana Ponte que foi a primeira a responder corretamente à 4ª pista pelo que recebe mais 2 pontos.

A pontuação do Aconteceu a... ficou assim:

Vencedores
Desafios
Total
Nádia Batista
04/04(2)
12/04(2)



4
Diana Ponte
08/04(2)
24/04(2)
21/05(2)


6
daniela
17/04(2)
21/04(3)
29/04(2)
08/05(3)
16/05(2)
12
Silvana
04/05(2)




2
Bela
12/05(2)




2

sábado, 24 de maio de 2014

Sugestão de Leitura - A Neve e as Goiabas de NoViolet Bulawayo

Titulo: A Neve e as Goiabas
Autor: NoViolet Bulawayo
Titulo Original: We Need New Names
Ano da edição original: 2013

Editora: Teorema
Lançamento: 13 de Maio de 2014
Páginas: 272
ISBN: 9789724746920

Sinopse: Querida tem dez anos e vive no Paraíso, o bairro de lata pelo qual vagueia alegremente com um grupo de amigos exuberantes. Quer estejam a roubar goiabas nos bairros ricos da cidade ou a imitar o pouco que conhecem de Lady Gaga, Querida, SabeDeus, Bastardo, Chipo, Sbho e Stina encaram a vida com a leveza típica das crianças. Quando brincam ao Jogo dos Países, nenhum deles pensa em países africanos como o seu mas sim nos Estados Unidos e na Grã--Bretanha, ondem vivem Madonna, Barack Obama e David Beckham.
Para Querida, a fantasia vai tornar-se realidade. Ela é uma sortuda. E a sua sorte tem um nome e uma morada: tia Fostalina, Detroit. Querida viu o Sonho Americano na televisão e parte determinada a conquistá-lo. Mas a Terra Prometida revela ser um desafio. Os seus novos amigos têm gostos incompreensíveis. A tia Fostalina compra comida para emagrecer. O silêncio da neve arrepia-a. O zunido constante das televendas sufoca-a. E quando recebe uma encomenda de goiabas da sua terra natal, Querida entende a dimensão dos sacrifícios que tem pela frente. De tão transformadoras, as suas escolhas são irreversíveis. Faça o que fizer, não poderá nunca voltar para trás.

Criticas:

--

Aconteceu a... 21 de Maio














Dia 1 - Homem
Dia 2 - Vivo
Dia 3 - País em que nasceu - Portugal

Dia 4 - Primeira frase de um livro ou citação do autor - "Ainda que este livro não deva ser, de modo algum, uma daquelas autobiografias grotescas em que o autor relata toda a sua história desde a idade das fraldas, não posso deixar de citar a data triste da minha infância em que — motivado pela circunstância de meu avô dormir de braços abertos — pretendi crucificá-lo no  colchão, chegando a cravar-lhe uma cavilha na mão esquerda."


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.



sexta-feira, 23 de maio de 2014

Aconteceu a... 21 de Maio














Dia 1 - Homem
Dia 2 - Vivo
Dia 3 - País em que nasceu - Portugal


As regras e a forma de participar podem ser consultadas aqui.


Novidades Presença

Sou um Clandestino
Susanna Tamaro
Coleção: Grandes Narrativas
Data 1ª Edição: 20/05/2014
ISBN: 978-972-23-5293-2
Nº de Páginas: 128
Sinopse: O protagonista deste livro é um jovem de 25 anos que decide empreender uma viagem a Illmitz, uma pequena cidade numa região remota da Áustria onde a sua família vivera antes de se mudar para Itália. É uma viagem em busca das suas raízes - mas sobretudo em busca de um sentido para a sua inquietação, para a sua fragilidade. Com ele viajam também os seus fantasmas: Agnese, a irmã que morreu ainda criança; Andrea, o amigo de infância; a mãe, falecida também prematuramente. E há ainda Cecilia, a namorada. Dotada de uma sensualidade exuberante e de uma vitalidade instintiva, Cecilia é tudo aquilo que o protagonista não é. E é com essa imagem tão diferente de si próprio que ele vai ter de se reconciliar…
Sou um Clandestino é o primeiro romance escrito por Susanna Tamaro, que permaneceu inédito até ao início de 2014. Uma obra que se insurge contra a solidão e o exalta o esplendor da vida.

Viciadas em Sapatos
Beth Harbison
Coleção: Champanhe e Morangos
Data 1ª Edição: 20/05/2014
ISBN: 978-972-23-5300-7
Nº de Páginas: 280
Sinopse: Quando se apercebe de que o montante da dívida dos seus cartões de crédito já ascende a 30 mil dólares, Lorna Rafferty decide que tem de fazer algo em relação ao seu vício por sapatos. Decide então criar o grupo Shoe Addicts Anonymous, propondo aos futuros membros que troquem sapatos, de modo a impedir que sintam necessidade de continuar a comprar novos pares. Juntam-se assim quatro mulheres muito diferentes, mas todas em situações desesperadas, que acabam por partilhar muito mais que apenas sapatos, nascendo entre elas a esperança de tempos melhores…
Viciadas em Sapatos é um romance simultaneamente divertido e comovente, que celebra a força da amizade feminina e o poder da união.
Mar Humano
Raquel Ochoa
Coleção: Marcador Literatura
Data 1ª Edição: 20/05/2014
ISBN: 978-989-75-4058-5
Nº de Páginas: 240
Sinopse: Mar Humano parte da ligação turbulenta entre duas pessoas e penetra em temas como a longevidade da vida humana, a responsabilidade que os sentimentos acarretam, a luta pela liberdade de expressão e o impacto da ciência na evolução da consciência. Um brinde à coragem de cada indivíduo em ser autor da sua própria vida.
Se o amor existe, porque esperar uma vida inteira para o encontrar? Mar Humano é um romance que nos envolve entre a magia da escrita e o rasto da história de Portugal.



O Vento dos Outros
Raquel Ochoa
Coleção: Marcador Literatura
Data 1ª Edição: 17/07/2012 (Relançamento)
ISBN: 978-989-84-7047-8
Nº de Páginas: 200
Sinopse: Viajar, à semelhança de escrever ou guerrear, é um frívolo segundo de desabafo; é uma meditação e um descanso. É viver de ideias novas, porque nunca estancam. Uma viagem é uma obra por fazer. É como uma vida inteira, em ponto pequeno. Viajar é ser um pouco vento, participar da sua magia de forma microscópica.
Uma viagem pela américa do sul. A cada passo, a vida inteira.







Mais detalhes sobre estas e outras novidades aqui.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Recomendo

2666 - www.wook.pt

1Q84 - www.wook.pt

Wolf Hall - www.wook.pt

Na whislist


O Revisor - www.wook.pt

A Escriba - www.wook.pt